Parto natural, mas quase desumano!

Meu bebê nasceu no dia 20 de março de 2015, às três horas da manhã, depois de 15 horas de contrações. Optei pelo parto natural e tentei levar até o último minuto sem anestesia ou qualquer outra droga. Eu queria poder pelo menos tentar! Saber como é esse processo para depois poder contar como foi!

Moro aqui na cidade de Nova York e preferi ser atendida por um médico ginecologista e obistreta, e ter o bebê no hospital. A principal razão é que temos um plano de saúde que cobriu todas as dispesas (talvez em uma próxima gravidez eu tente o parto humanizado). Procurei educar-me ao máximo sobre as opções que o hospital e os médicos poderiam apresentar durante o processo, e quais os caminhos que se enquadraram melhor com o meu perfil e estilo de vida (extremamente saudável).

Aqui segue a narrativa de um momento que eu e meu marido jamais esqueceremos!

Comecei a sentir contraçōes contínuas na quinta-feira (19), as 11 da manhã. Cerca de 30-40 segundos a cada 15 minutos. De uma escala 0-10, doia cerca de 6 a 7. Como se fosse uma cãimbra na parte inferior do estômago. Mas aí fui aprendendo a relaxar todos os musculos do corpo (minha bunda ficava contraída não sei porque), respirar fundo e e tentar deixar meu corpo bem aberto (braços pra cima, quadril pra frente) pra entrada de ar. Ajudou muito! O ideal é ocupar a cabeça e relaxar! Então fui ajudar o Philip a pintar a estante da sala rssss (tinta à base de água, não era tóxica).

Lá pelas 7pm perdi meu mucus plug (é tipo uma proteção que fica na entrada do cervix, que se solta quando o cervix começa a dilatar pra saída do bebê). Dali a pouco as contraçōes passaram a ocorrer a cada 5 minutos (mais doloridas e intensas. Tipo dor nível 7).

Ligamos para o médico e fomos pro hospital. Chegamos lá pelas 9:30pm e meu cervix estava com 7cm de dilataçao. Para poder começar a empurrar o bebê naturalmente é preciso estar em 10 cm.

Aqui nos Estados Unidos (moro na Cidade de Nova York) eles estão trabalhando para diminuir a quantidade de cesárias (que no Brasil é alarmante!). Então eles recomendam chegar no hospital só depois da primeira fase das contraçōes, quando geralmente seu cérvix vai estar cerca de 5cm dilatado. Senão você corre o risco de ter de voltar para casa e esperar.

O problema é que no parto normal você vai ter de esperar pelos 10cm. Então quando você chega muito cedo no hospital, eles podem querer acelerar o processo com uma droga chamada petucin. Ela faz com que as contrações aumentem mais rápido, só que com isso as dores aumentam também. Ai as mulheres pedem pela anestesia (chamada epidural). O problema é que se você pedir pela epidural muito cedo (antes dos 5cm de dilataçao), você perde parte dos sentidos da cintura abaixo, então você pode ficar sem força pra empurrar o bebê. Outro lado ruim de tomar petocin muito cedo é que seu corpo vai parar de produzir os hormônios naturais do parto e fazer com que a dilatação do cervix não aconteça. Esses dois fatores justificam bastante o porquê muitos partos que deveriam ser normais acabam virando cesária.

Voltando ao assunto do meu parto, quando cheguei no hospital e soube que estava com 7cm de dilatacao, pensei: ‘nem é tão mal assim! Faltam só mais três centímetros entao acho que aguento sem anestesia nenhuma’ kkkkkkkk. Engano meu! Aquilo tudo era só um aperitivo!

Dali a terceira fase das contraçōes começaram! Eu tinha 2 ou 3 minutos de descanso entre contraçōes que faziam o meu corpo inteiro tremer! Quando a dor ficava insuportavel, eu vomitava (umas 3x). E cagava nas calças de leve também (perdi as contas). As dores agora contraíam os músculos da parte de cima da coxa e inferior do estômago. Uma pontada subia por dentro da vagina como se fosse uma facada (nunca fui esfaqueada então nao sei se estou sendo bem precisa rs).

Quando foi por volta das 11 da noite (eu acho), meu médico checou e disse que eu estava com 8 a 9cm de dilatação. Ele rompeu minha bolsa d’agua (pra agilizar o processo) e me advertiu que as contrações poderiam piorar por causa disso. Kkkkkk Foi ai que conversei com o Philip sobre talvez solicitar a epidural (tem vários novos estudos saindo sobre os efeitos colaterais desses ‘medicamentos’ na mamãe, no bebê e no processo de amamentação, então eu realmente queria fazer de tudo para evitar).

Passaram-se acho que mais meia hora de dor intensa (eu descreveria como quase desumana) e resolvi solicitar a epidural. Até o anestesista chegar e a droga fazer efeito deve ter rolado mais meia hora. Tudo o que eu rezava era para não ter mais nenhuma contração enquanto isso! Já estava no meu limite! Sinceramente, nossas avós e antepassadas foram heroinas! Tinham não sei quantos filhos e olha lá se rolava um eter de vez em quando!

Assim que a anestesia começou a fazer efeito foi um alivio imenso! Esperei o medico checar minha dilatação e finalmente tinha chegado aos 10cm. Relaxei um pouco, mas por volta da 1 da manha comecei a sentir meu corpo querendo empurrar o bebê para fora.

No inicio fiquei meio desapontada porque realmente perdi boa parte dos sentidos. Nem tinha certeza se estava conseguindo empurrar alguma coisa. Mas o Philip e a enfermeira me deram uma super força e segui em frente. De novo meus achometros me enganaram! Pensei: “assim agora é moleza! To anestesiada nem vai doer” rssssss

Foram duas horas fazendo força! Meu medo de ficar com hemorroida só era superada por duas coisas: um procedimento cirúrgico que eles cortam entre a vagina e o ânus para o bebê ter mais espaço para sair, e eu realmente queria evitar a cesária! A recuperação é muito mais demorada e na minha opinião nao é normal alguém cortar seu abdomen!

Acredito que os 30 minutos finais foram de dor extrema de novo! Dali quando a cabeça começou a ser empurrada, depois ficou meio que entalada, ai tive a impressão que voltou tudo de novo (rsss eles me garantiram que não), até o médico dizer as mais sábias palavras: “relaxa um pouco agora, respira fundo e empurra”. A cabeça passou, busquei minhas ultimas forças e fiz os ombrinhos passarem. Dali foi um alivio!!! Palavras não descrevem a sensação! Nem se eu estivesse constipada por um mês e finalmente tivesse aliviado tudo de uma vez seria igual (rsss).

Alguns segundos de suspense e aquele chorinho do Caue fez meu coração desaguar! Que emoção! Colocaram ele diretamente nos meus braços! Pele contra pele! Nem liguei praquela meleca! Eu queria ele ali comigo! E sabia que isso ajudaria a acalmá-lo, já que seria o mais próximo do que ele vivenciou dentro de mim por nove meses!

Enquanto isso, o Philip com o zóio arregalado, sem acreditar no que ele tinha presenciado! Seu suporte foi fundamental em todos os momentos! Sou muito grata pelo marido maravilhoso que Deus colocou na minha vida! E agora pai do filho que seguro nos meus braços! A história e o amor entre eu e o Philip tomou forma e vida! Esse bebezinho cheio de cabelo na cabeça e com uns zoinho amendoados! (como uma amiga previu em um sonho). E saudável! Meu Deus do céu, saudável! Era o que eu mais queria!

Desculpa, vou finalizar a história do parto! Depois que colocaram o Caue contra a minha pele, meio que guiado pelo faro, ele comecou a se mexer em direção ao meu seio. Lá ficou mamando por quase duas horas.

Conforme solicitado no meu plano de parto, o médico demorou três minutos para cortar o cordão umbilical (esse extra fluxo de sangue garante uma vida mais saudável para o bebê). Subimos para o quarto de recuperação pós parto às 6 da manhã. Ali ficamos até ontem (sábado), e por volta das 2 da tarde cheganos em casa.

Se eu tiver outro bebê, ainda vou optar pelo parto normal. Agradeço ao avanço da medicina em podermos contar com cesária em situaçōes de risco para a mamãe ou para o bebê. Mas se a gente parar para pensar, não deveria ser uma prática tão comum. E deveria ser através da opção da mamãe e não por lucratividade ou conveniência médica.

Acredito que o parto do Caue foi muito difícil porque ele nasceu grande, minha estrutura óssea não é a das maiores, e por ser o meu primeiro filho. Não postei esse relato para assustar ninguém, muito menos criticar qualquer mamãe que optou por um caminho diferente. Só acho que deveria haver uma melhor educação sobre o assunto! Médicos e hospitais apresentarem opçōes claras, e explicarem sobre os pros e contras. O que raramente acontece no Brasil!

Meu relato foi embasado na minha experiência pessoal, aulas de parto natural e um workshop sobre gravidez saudável realizadas previamente no hospital que tive o bebê, um curso de amamentação, e incessantes pesquisas na internet. Todos os cursos foram realizados aqui em Nova York e as fontes das minhas pesquisas estão disponíveis apenas em inglês.

Abaixo o caldo Knorr (e outras marcas também!)

Dentre os ingredientes, venenos MUITO conhecidos: glutamato monossódico, gordura hidrogenada e xarope de caramelo!
Dentre os ingredientes, venenos MUITO conhecidos: glutamato monossódico, gordura hidrogenada e xarope de caramelo!

Elimine esse VENENO da sua alimentação! E é veneno mesmo! Dá uma olhadinha nos ingredientes utilizados (veja a foto) e eu vou explicar um pouquinho sobre algum deles:

1) As substâncias listadas primeiramente na lista, são as mais utilizadas pelo fabricante. Então você encontra sal e intensificadores de sabor. Sal em demasiado você já sabe que faz mal à saúde.

2) intensificador de sabor glutamato monossódico – O famoso MSG. Além de fazer MUITO mal à saúde, comprovadamente causa obesidade. Faz você engordar e ponto final. Amplamente usado pela indústria alimentícia para que você ache que um monte de farelo químico junto seja tão gostoso! (Vai lá e leia no pacotinho do seu salgadinho).

3) gordura hidrogenada – uma gordura alterada em laboratório que seu corpo tem MUITA dificuldade em expelir. Amplamente usada pela indústria alimentícia por ser MUITO mais barata e ajudar a conservar o alimento por mais tempo na prateleira, é um dos principais causadores de doenças cardíacas e câncer. E você provavelmente passa um monte dela no seu pãozinho, toda manhã: a famosa margarina.

4) corante caramelo IV – um dos ingredientes da Coca-Cola e que comprovadamente causa câncer. Uma das razões: esse corante é preparado com o uso de AMÔNIA e sulfato. Isso mesmo. Você colocaria uma colherzinha de amônia na sua boca? E é usado em TANTOS alimentos, que você nem tem idéia! Até em granola! Outra razão: é corante! Corante não se come! Corante a gente usa pra colorir as coisas!

O mais engraçado é ler do lado da embalagem: sem conservantes e sem corantes artificiais. Alguém me explica isso? Como é que eles podem mentir tão descaradamente assim? E tá escrito!

O que você precisa fazer: aprenda a ler nas embalagens os ingredientes utilizados. Você está envenenando o seu corpo dia após dia e nem está percebendo! Esses três elementos que eu comentei estão escondidos até na comida que você ACHA que é saudável! Granola, bolachinha integral, suco de caixinha… Condimentos, sopa instantânea, temperos…

Bora reverter esse jogo injusto que a indústria alimentícia faz com você! Seja mais esperto! Leia os ingredientes utilizados e faça um google se você não souber o que eles significam! Você vai ficar chocado com a quantidade de veneno que você está colocando pra dentro do seu corpo sem saber!

HOW GOOD DO YOU FEEL RIGHT NOW?

Imagem
“Comida é um dos remédios mais utilizados para combater ansiedade e exercício é a forma menos utilizada como antidepressivo”

TODA vez que eu tenho a oportunidade, eu tento fazer as pessoas realizarem o quanto elas se sentem bem depois de fazer exercício. “HOW GOOD DO YOU FEEL RIGHT NOW? Quão bem você está se sentindo agora?”.

É por isso que eu NUNCA parei. E quer saber: eu nem ligo mais para o fato de que eu TENHO o corpo dos meus sonhos, mesmo com 33 anos nas costas. Isso é consequência, e não o motivo. Confesso que é bom demais poder usar a roupa que eu quiser, mas depois que você pega gosto pelo negócio, o difícil é parar.

É isso que as pessoas precisam entender: exercício é um antidepressivo. Você se sente bem demais depois de uma corrida, de uma aula de cardio, ou de puxar um ferro na academia. Você fez BEM para o seu corpo. Acionou seu sistema circulatório, respiratório, muscular, cardiovascular, endócrino, que por sua vez liberou endorfina e fez você se sentir tããããão bem. Quase como o superhomem!

Isso não é psicologia para fazer você ir malhar. Isso é fato. É ciência. É como o seu corpo funciona. COMPROVADO CIENCIFICAMENTE. Exercício alivia o stress, ajuda com suas noites de sono, combate a ansiedade e depressão, e o principal: melhora a sua auto-estima.

Aí MUITA gente vai me dizer: “não é fácil. Eu trabalho demais, não tenho tempo”. Aí eu respondo: “você PRECISA dedicar pelo menos UMA HORA do seu dia para cuidar de você”. Para cuidar do seu corpo, da sua mente, do seu astral. Para fazer você voltar a acreditar em si mesmo, que você é capaz, e que você pode fazer o que QUISER na sua vida. Voltar a amar o seu corpo e a si mesmo. Tentar aproveitar cada minuto dessa vida maravilhosa que Deus te deu.

E agora eu te pergunto: por que não? Por que você prefere não fazer exercício? Por que você se sente tão cansado, ou simplesmente não consegue. Ou não gosta! Já ouvi isso várias vezes. E eu vou dar alguns motivos para você parar e refletir:

1)   A maioria das pessoas só associam exercício à perca de peso. Ou à busca pelo corpo perfeito. Aí lá vem mais pressão em cima da gente! “Eu tenho de fazer isso, eu tenho que perder peso, eu to gordo demais”. Pronto: sua mente desfocou completamente do negocio. Além de se preocupar com o seu trabalho, com os seus filhos, com as contas para pagar, você tem uma coisa a mais para se estressar. Mas peraí: estressar?

2)   A maioria das pessoas querem ir do zero a cem em uma semana. Não aparece na academia há quase um ano e querem treinar igual a um atleta! Hum! O seu corpo não está preparado para aquilo! Vai ser difícil para ele correr cinco quilômetros se você não está acostumado a andar nem um. Você vai fazer aquela aula de spinning e vai quase vomitar. E musculação? Duvido que você vai chegar lá e querer levantar pouco peso. Vai fazer tanta força que no dia seguinte não vai conseguir nem andar. Aí depois de uma semana de tanto esforço, cansado, e nenhum resultado, desiste. Deixa para outro dia.

3)   Quando você decide que é hora de voltar a ir na academia, qual a primeira coisa que você faz: fecha a boca. Decide que só vai viver de água, alface e frango. Aí ferrou tudo. Você tá depressivo porque não pode comer, está depressivo porque PRECISA emagrecer, e está depressivo porque não tem energia para nada.

4)   Tem MUITA gente pensando que tem de treinar igual a atleta e esquece que está com dor nas costas, dor no pescoço, a postura está horrível, a perna nem estende mais completamente (faça o teste). Conseqüencia de anos sentado em frente ao computador, dentro do carro, do ônibus, ou em frente à televisão.

Se você se identificou com o que eu escrevi e nem sabe como começar. Me manda uma mensagem. Eu posso demorar em te responder, mas terei o maior prazer em te ajudar.

Eu sei que não vai ser fácil no início, mas se você persistir e procurar respeitar o seu corpo, você vai pegar gosto pelo negocio. Se precisar de uma força, de alguma dica, manda uma mensagem que eu respondo. Mil desculpas se demorar um pouco, mas eu respondo.

Agora, se você mora em Nova York e está completamente perdido, não sabe nem o que fazer na academia e quer começar de algum lugar, tenta aparecer na minha aula de cardio (eu ainda preciso pensar em um nome). Custa apenas $15 por aula, e acontece todas as terças e quintas feiras das 12pm a 1pm, e sábados da 1pm as 2pm. Eu entendo que os horários não são muito convenientes, mas por enquanto, são os únicos que tenho disponível.

De resto, como última injeção de ânimo que posso dar em você é te perguntar: “How do you feel right now? Como você se sente agora?”. Faça essa pergunta a si mesmo! Você está feliz? Você está bem consigo mesmo? É só isso que importa! Nada mais! Se você não está bem, vai para academia que você vai se sentir melhor. “Exercício é a forma menos utilizada como antidepressivo”.

Acredite em si e corra atrás!

Imagem

É praticamente um sonho estar trabalhando com o que eu amo e sou apaixonada! Eu SEMPRE tive aquele instinto de querer ajudar os outros. Minha mãe dizia: “Filha, você não vai mudar o mundo!”. Mas eu não sei o porquê nunca desisti! E ela sempre me deu forças para isso.

Eu tenho trabalhado DEMAIS, mas como todo começo de qualquer coisa, não tem sido nada fácil. Mas com muito trabalho, persistência, e a certeza de que você vai fazer a diferença na vida de algumas pessoas, esse sonho está virando realidade.

E engraçado como o começo de qualquer coisa nova é difícil: amizade, relacionamento, casamento rs, novo emprego, nova casa, ou novo país. JIU JITSU! Aprender a dançar! Ter um filho! Cozinhar! rssss

Nada é fácil no início! Mas não existe nada nesse mundo que você não possa fazer!

Eu SEMPRE falo do Philip (meu marido) porque ele deu um novo sentido pra minha vida. Em TUDO. E ele e minha persistente sogra que eu amo de coração e são grandes exemplos na minha vida por aqui (moro em Nova York).

Dentre alguns dos comentários do Philip: “Não sei por que tantas pessoas acham que vão começar em alguma coisa e vão ter sucesso imediato”. “Lu, se ter sucesso fosse fácil, todo mundo teria!”.

E é verdade! Eu não pensei que seria tão difícil começar em uma carreira nova! E ainda é! Mas não existe MAIOR satisfação do que acreditar em si e conquistar um pequeno degrau todos os dias!

O problema é que quando começamos  algo novo, não queremos errar. O erro frustra e quase te impede de seguir em frente. Mas é um processo natural. É preciso aceitar o fato de que nascemos sabendo NADA e que somos frutos das nossas experiências.

Não deixar que seus erros te frustem, mas aprender com eles, é um aprendizado essencial. Abaixar a cabeça e entender que você não é perfeito é normal. Agora, o que vai fazer a diferença são suas atitudes depois disso. Se  vai desistir, ou se vai correr atrás dos seus sonhos. Acredite: não é fácil para ninguém!

E isso também é válido para o seu corpo. Se você não fizer nada para mudá-lo, não vai acontecer! E se você tentar mudá-lo com alguma fórmula secreta, lembre-se: “não existem fórmulas secretas!”. Não existem atalhos! Para nada na vida! Esteróides, pílulas para emagrecer, dietas malucas… Passando o resultado imediato, você vai sofrer as conseqüências depois.

E outra coisa: obtenha conhecimento! Aprenda sobre a nova carreira, o novo emprego, o novo relacionamento, o novo empreendimento. Aprenda sobre como o seu corpo funciona, aprenda sobre os alimentos que você coloca dentro dele, aprenda sobre os exercícios que o seu corpo precisa, sobre como mantê-lo saudável e funcionando bem.

Leia blogs e sites sobre o assunto. Assista a videos no Youtube (hoje em dia tem de tudo lá! Em inglês você acha de tudo!). Questione-se sempre. Corra atrás. Entenda que você não sabe tudo e que não tem problema algum em admitir isso. Seja humilde. Sempre que puder, ESTUDE!

Ah… E mais uma lição importante: aproveite todo tempo possível para descansar. Uma soneca de meia hora ajuda demais!!! Que Deus nos ajude a manter a boa saúde e bora pra luta!

Os 5 Piores Adoçantes

5 Piores Adoçantes

Este texto foi embasado em inúmeros artigos e estudos possíveis de serem encontrados aqui nos Estados Unidos, mas não aí no Brasil, aonde não existem muitas alternativas além da midia que defende os interesses dos seus patrocinadores.

VILÃO # 1: ASPARTAME – Aspartame é um adoçante artificial sem calorias utilizado em refrigerantes diets e alimentos com baixo valor calórico. Cada vez mais estudos comprovam o quanto o aspartame faz mal para o seu corpo. Além de danificar células cerebrais, é responsável pelo aumento da circunferência da sua cintura em até 500%!

Outros estudos apontam que o consumo do aspartame, assim como o de açúcar, aumenta os níveis de glicose no sangue, o que ajuda a entender a ligação entre o consumo de refrigerante diet e a incidência de diabetes. Para ir um pouco mais a fundo: quando o aspartame é ingerido com um colorante (quase TODO alimento processado contém colorantes), ele é altamente tóxico para as células cerebrais. O mesmo acontece quando misturado com cafeína!!! (coca diet ou coca zero).

VILÃO #2: NÉCTAR DE AGAVE – Você deve estar se perguntando: “mas eu achei que fosse saudável!”. É exatamente assim que a indústria alimentícia te pega pelo colarinho! O Agave é provavelmente um dos piores adoçantes disponíveis no mercado. E eu vou explicar o porque:

Primeiro que apesar de tentar ser vendido como natural, o agave disponível para você foi processado artificialmente. Não tem quase nenhum valor nutricional e concentra uma quantidade enorme de frutose. É exatamente por isso que xarope de frutose e o agave são tão ruins para o seu corpo. Quando você ingere muita frutose de uma só vez, o seu corpo manda tudo para o fígado, órgão responsável por expelir as toxinas do seu corpo. Acontece que o seu fígado transforma esse monte de frutose em triglicérides, que nada mais é do que gordura no sangue. Então toda essa gordura começa a ser depositada ao redor do fígado e fica tudo bloqueado. Nada bom, certo? Por isso que você precisa aprender a detoxificar o seu corpo!

VILÃO 3#: SUCRALOSE – Aqui nos Estados Unidos ele é vendido como SPLENDA. Aí no Brasil eu sei que é adicionado em vários refrigerantes (por isso que você precisa aprender a ler os ingredientes utilizados). Só para você ter idéia, esse adoçante passa por um processo químico que utiliza CLORO. Não precisaria falar mais nada, né? Mas existe algo aigo ainda pior!

Pesquisadores encontraram amostras deste adoçante em água tratada. Isso quer dizer que nem o seu corpo, nem a forma que tratamos a água, e nem a natureza foram capazes de eliminar essa substância sintética criada pelo homem. O impacto sobre as nossas vidas, ou nos outros seres da natureza, ainda está por vir.

VILÃO #4: AÇÚCAR – O açúcar só prejudica o seu corpo: se apodera da vitamina B, atrapalha a absorção de cálcio e tem um efeito degenerativo no sistema nervoso. O grande problema é que hoje em dia consumimos muito mais açúcar do que há 100 anos atrás. A média era de uma colher por dia. Hoje são cerca de SETE. E não é só a culpa das suas colheradas. O açúcar está presente em várias opções no mercado: sucos, refrigerantes, cereais, pães, molhos e uma infinidade de alimentos processados.

Só para constar: o açúcar é produzido a partir de canas de açúcar que foram cultivadas com pesticidas e fertilizantes artificiais. Pouco antes da época da colheita, eles botam fogo em tudo! Então você imagina se vai nascer alguma coisa daquela terra depois de ter sido tão degradada! Depois de recolhido, é jogado dentre de máquinas que além de outros ingredientes, vão adicionar ácido fosfórico (substância corrosiva, que quando consumida causa ostesporose e pedras no rim).

VILÃO #5 – XAROPE DE MILHO RICO EM FRUTOSE – Principal culpado pelo aumento da obesidade, desde que foi introduzido pela indústria alimentícia 30 anos atrás através de pães, iogurtes, catchup, refrigerantes, molhos para salada…

O xarope de milho, conhecido aqui nos Estados Unidos como High Fructose Corn Syrup contém um pouco mais de frutose do que o açúcar branco. Então você já sabe que ele vai ser armazenado lá no seu fígado em forma de gordura, impedindo o bom funcionamento na hora de expelir as toxinas do seu corpo. Além de ser armazenado como gordura ao redor do seu fígado, que fica localizado na sua cintura. E tem mais uma coisa: estudos comprovam que o consumo de xarope de milho aumenta o apetite.

Só um adendo apra encerrar: frutose é a forma natural do açúcar encontrado em frutas. Acontece que a quantidade encontrada em frutas, somada aos nutrientes que elas oferecem, são benéficas para o seu corpo. Já quando concentrado em altas quantidades e sem valor nutricional nenhum, o seu corpo não sabe bem como lidar com aquilo. Resultado: ou aumenta os níveis de gordura no seu fígado, ou aumenta os níveis de glicose no seu sangue. Nada mais. Nada além disso. Só faz mal para você, não faz bem nenhum.